3 perguntas para Luis Maffei, curador da Casa Libre e Nuvem de Livros em Paraty

A Casa Libre e Nuvem de Livros chega à sua segunda edição em 2015. O evento acontece de 02/07 até 04/07 e trás como tema a intoletância, que norteará debates que vão da sociologia à ficção, da filosofia à política, e à política do livro, da religião à poesia, empreendidos por nossos convidados, agentes detentores de conhecimento relevantes para as discussões propostas.

Este espaço acolhedor pretende, sob os valores da LIBRE e da Nuvem, que incluem a independência de pensamento e o acesso à bibliodiversidade, criar prazerosas tensões. Confira a entrevista com o curador da Casa Libre e Nuvem de Livros em Paraty, Luis Maffei:

Como foi feita a curadoria do evento este ano?
L.M : A partir do tema da intolerância e do farto e qualificado elenco das editoras da Libre, pensamos, a organização da Casa e eu, em debates que pudessem contemplar, a partir do tema mas não encarando o tema como algo excludente, diversos campos de força do pensamento contemporâneo.

Como a Casa Libre em Paraty ajuda a promover as bandeiras da Libre, como a bibliodiversidade?
L.M : A montagem que fizemos procurou englobar vários saberes e inquietudes, o que já é uma postura atenta à bibliodiversidade. Por isso, as mesas abrangem desde discussões diretamente ligadas ao tema da Casa até, por exemplo, a poesia.

Qual a importância de promover um evento como este na Flip?
L.M : Dar ainda mais conhecimento da Libre ao público leitor é muito importante. Além disso, criar um núcleo de debates vivos e inquietos é nosso papel nesses dias em Paraty.

Leia mais:
Casa Libre e Nuvem de Livros em Paraty; veja a programação
Conheça aqui os autores que participam da Casa Libre e Nuvem de Livros na Flip