Em Frankfurt, Libre discute perspectivas da edição independente

Em Frankfurt, Libre discute perspectivas da edição independente

A publicação independente é comemorada em todo o mundo. Valorizar a independência significa valorizar a liberdade de expressão. Mas como ser independente nos mercados globais, onde editor e livreiro são engolidos por grandes conglomerados?

Esses são os temas do evento organizado pela Libre em parceria com a Câmara Brasileira do Livro na Feira de Frankfurt, que começa no próximo dia 9 de outubro e que tem nesta edição o Brasil como país convidado. O encontro reunirá Haroldo Ceravolo (LIBRE), Ester Levinrad (Jacana Media), Jean Richard (Éditions d'en bas) e Susan Hawthorne (Spinifex Press), que discutirão a bibliodiversidade e as perspectivas do mercado editorial independente. O debate acontece no dia 11/10, às 12h no horário local (17h no Brasil), em português e inglês e poderá ser acompanhado no site oficial da feira.

A feira é o maior encontro mundial do setor editorial, sendo realizado desde 1949 na cidade de Frankfurt am Main (Alemanha) e atraindo anualmente mais de 7.000 expositores e 280.000 visitantes. Nesta edição o Brasil será representado cerca de 70 autores, 122 editoras e pelo vice-presidente Michel Temer.

O projeto ”Brasil Convidado de Honra da Feira do Livro de Frankfurt 2013” é coordenado por um comitê composto pelos Ministérios da Cultura e das Relações Exteriores, Fundação Biblioteca Nacional (FBN), Fundação Nacional de Artes (Funarte), e Câmara Brasileira do Livro (CBL).

Veja o catálogo das editoras brasileiras que estarão presentes na Feira do Livro de Frankfurt 2013.

Veja aqui as editoras independentes que participarão do evento.

Leia aqui o texto "Brasil, o país da diversidade e da bibliodiversidade", escrito pelo presidente da Libre, Haroldo Ceravolo. 

webmaster@criatudo.com.br

Deixe uma resposta