Exposição “Cenas Poéticas”, de Vitor Vogel, une Fotografia e Poesia em Niterói

Exposição “Cenas Poéticas”, de Vitor Vogel, une Fotografia e Poesia em Niterói

A Sala Carlos Couto, no Teatro Municipal de Niterói, recebe a exposição "Cenas Poéticas", que reúne algumas das melhores fotografias produzidas pelo artista Vitor Vogel nos saraus do Corujão da Poesia, entre os anos de 2009 e 2014. Com abertura marcada para terça-feira, 07 de maio, às 19h, a mostra poderá ser visitada até 12 de junho, com entrada gratuita.

Passando por detalhes, planos abertos e, principalmente, retratos, as fotos apresentadas formam uma síntese das inúmeras apresentações que o fotógrafo presenciou nestes cinco anos de fotodocumentação. Serão expostas 20 fotografias em preto e branco, impressas em padrão fine-art, compondo uma narrativa visual que documenta os encontros do Corujão da Poesia – Universo da Leitura. Se na poesia recursos como métrica, sonetos, ritmo ou versos livres são comuns, nas fotos de Vitor Vogel as composições harmônicas, linhas-guias, grafismos, contrates e, principalmente a proximidade e a identidade entre fotógrafo e fotografados dão a tônica da mostra da primeira exposição individual deste artista. A curadoria é de Romulo Normand Correa. 

Corujão da Poesia
Desde a sua fundação, há 10 anos numa livraria do Leblon, o Corujão da Poesia é um sarau de poesia, literatura e música com o microfone aberto para todos que queiram se manifestar artisticamente. Toda semana, músicos dividem a cena com dezenas de poetas iniciantes e consagrados. A principal finalidade do movimento é arrecadar livros para a construção de bibliotecas solidárias em pontos de extrema necessidade do estado do Rio de Janeiro ou mesmo de outras localidades. Os encontros acontecem no Leblon, na Barra da Tijuca, em Niterói e em São Gonçalo.

Sobre o fotógrafo
Historiador por formação e fotógrafo por ofício, Vitor Vogel nasceu na pacata Petrópolis e descobriu a fotografia ao radicar-se em Niterói. Curioso por natureza e engajado por opção, documentou as lutas estudantis, seus movimentos artísticos e a vida da juventude. Descobriu a poesia nos saraus cariocas e, na aparente simplicidade do preto-e-branco, ressignificou as imagens dos poetas em ricos textos visuais. Busca seu lugar no campo da fotografia construindo uma linguagem humanista que eleve o ser humano ao patamar de agente de seu próprio destino.

Iniciou seus estudos na fotografia como autodidata e, posteriormente, como monitor nas disciplinas de Fotojornalismo, Oficina de Fotografia, Linguagem Fotográfica e Introdução à Fotografia da Universidade Federal Fluminense (UFF), instituição na qual é formado em História e atualmente cursa o Programa de Pós-Graduação em Comunicação. É fotógrafo residente no Corujão da Poesia e da Música em Ipanema, Niterói, São Gonçalo e Barra da Tijuca desde 2009. Aprovado para o cargo de professor substituto de fotografia do Colégio de Aplicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. É bolsista no projeto "São Tomé e Príncipe Plural: Sua Gente, Sua Historia, Seu Futuro – Ações Programáticas em Comunicação e Cultura”, programa de auxílio técnico científico entre o Brasil e a nação africana. Nele exerce a função de monitor dos projetos de ensino em linguagem fotográfica.

Sempre lembrado como exímio retratista e apurado fotógrafo de palco, Vogel transita do preto e branco para a cor buscando adicionar conteúdos, superando o mero rito formal de ver como se vê. Para além de uma linguagem apurada, Vitor emprega seus recursos fotográficos para pessoas, grupos, entidades, empresas e instituições que desejam conjugar boa fotografia e divulgação de seus produtos e serviços. Entre seus clientes estão a UNE (52º Congresso e outras atividades), UBES (40º Congresso), Wilson Sons (Documentação Institucional), FIRJAN (eventos da área de educação), LIBRE (Primavera dos Livros – 2010, 2011, 2012 e 2013), editoras Ibis Libris, Outras Letras e Pallas.

Mais informações sobre Vitor Vogel em www.vitorvogel.com.br

Serviço

Exposição "Cenas Poéticas", de Vitor Vogel
Abertura: Quinta, 07 de maio de 2015, às 19h
Visitação: De 08 de maio a 12 de junho de 2015.
Horário: De terças a sextas-feiras, das 10h às 18h; Sábados e Domingos, das 15h às 18h
Entrada franca
Classificação etária: Livre

Teatro Municipal de Niterói – Salão Carlos Couto
Rua XV de Novembro, 35, Centro
Tel: (21) 2620-1624

webmaster@criatudo.com.br

Deixe uma resposta