Flica promove debate sobre bibliodiversidade

Flica promove debate sobre bibliodiversidade

Escritores somos todos, cada vez mais numerosos, mas há algo novo sendo escrito ou tudo já foi dito pelos grandes do passado? Preservar a bibliodiversidade seria preservar, também, a variedade humana? É sobre isso que discute a terceira mesa da Flica, que conta com a presença do catarinense Carlos Henrique Schroeder ao lado da escritora, jornalista e professora Kátia Borges. O encontro acontece na quinta-feira, dia 30 de outubro, às 15h.

Com intermédio da jornalista, apresentadora e escritora baiana Márcia Moreira, na Bibliodiversos eles dissertam sobre a variedade de gêneros e assuntos literários, irão trocar experiências e falar sobre como eles são plurais entre si.

Carlos Henrique Schroeder é autor dos romances Ensaio do vazio, A rosa verde, adaptado para o teatro, e do recém-lançado pela editora Record, As fantasias eletivas, dentre outros. Sua coletânea de contos As certezas e as palavras venceu o Prêmio Clarice Lispector 2010, da Fundação Biblioteca Nacional. Tem contos traduzidos para o alemão, espanhol e islandês. Coordena a e-coleção Formas breves, o Festival Nacional do Conto e é editor da Revista Pessoa – Revista de Literatura Lusófona.

Kátia é autora dos livros De volta à caixa de abelhas, Uma balada para Janis, Ticket Zen, Escorpião Amarelo e São Selvagem. Tem poemas incluídos nas coletâneas Roteiro da Poesia Brasileira, anos 2000 (Global, 2009), Traversée d’Océans – Voix poétiques de Bretagne et de Bahia (Éditions Lanore, 2012), Autores Baianos, um Panorama (P55, 2013) e na Mini-Anthology of Brazilian Poetry (Placitas: Malpais Rewiew, 2013) e traduzidos para o francês, espanhol, inglês e alemão.

A quarta edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) acontece de 29 de outubro a 02 de novembro em Cachoeira, no recôncavo baiano. Autores nacionais e internacionais participarão de 12 mesas especiais, debates e palestras.

O evento presta uma homenagem ao escritor João Ubaldo Ribeiro, que morreu este ano no Rio de Janeiro, aos 73 anos no Rio de Janeiro. O baiano de Itaparcia seria um dos principais debatedores do evento. A curadoria decidiu manter em celebração à sua obra uma mesa especial chamada Viva João Ubaldo Ribeiro.

Confira aqui a programação completa.

webmaster@criatudo.com.br

Os comentários estão fechados.