Pensamento russo

Pensamento russo

Livro mostra que a produção crítica é fundamental para a compreensão da cultura do país

Quase cem anos separam os dois textos que servem de balizas cronológicas ao livro Antologia do pensamento crítico russo (1802-1901) – (Editora 34, 608 pp., R$ 76). "Do amor à pátria e do orgulho nacional", de Karamzin, foi escrito antes do embate entre a Rússia e a França napoleônica, em 1812, e da subsequente ascensão do país à condição de gendarme da Europa. Já "A imortalidade como privilégio dos super-homens", de Fiódorov, veio à luz pouco antes da derrota frente ao Japão e da malograda revolução de 1905. Organizado por Bruno Barretto Gomide, este volume demonstra que, de Dostoiévski a Mikhailóvski, de Gógol a Bielínski, a produção crítica é peça fundamental para a compreensão da riquíssima cultura daquele país.

webmaster@criatudo.com.br

Deixe uma resposta